Inhumas na Cena Goianiense

O livro “Produção Cênica e Sociedade” foi lançado, no Foyer do Teatro Basileu França, em Goiânia. Idealizado pelo Curso Superior de Tecnologia em Produção Cênica do Basileu França, o livro reúne as primeiras reflexões levantadas por discentes e docentes sobre produção cênica em Goiás, tendo sido organizado pela professora Lua Barreto. A convite da organização, entre as apresentações culturais, o evento recebeu os artistas Everaldo Miranda e Fábio Vila Verde, do Grupo Imagem, com uma cena da peça “O Retorno do Pequeno Jovem Príncipe”, uma adaptação livre de Cristyane Leal e Rafael Martins com base nos textos de Antoine de Saint Exupéry e A.G. Roemmers. O evento foi encerrado com a cena curta circense “Defloorisvala”, dos palhaços Tostão (Everaldo Miranda) e Leitão (João Luiz Leitão). Abriram a solenidade de lançamento, três peças de chorinho executadas pelo grupo de chorinho do Basileu França.

Outras publicações estão previstas para o próximo ano, ratificando o papel investigativo do curso superior de Produção Cênica, que vai além da formação de profissionais atuantes nas artes cênicas no território brasileiro, atuando também na área de pesquisa.

m6
João Luiz Leitão (Palhaço Leitão) e Everaldo Miranda (Palhaço Tostão) em cena a cena curta circense “Defloorisvala”

Fábio Eduardo Vila Verde e Everaldo Miranda na cena da peça “O Retorno do Pequeno Jovem Príncipe”
Fábio Eduardo Vila Verde e Everaldo Miranda na cena da peça “O Retorno do Pequeno Jovem Príncipe”

A Semeadura Acaba, mas O Sonho Continua

No dia 23 de março aconteceu a última etapa do projeto “Semeando Sonhos”,  no município de Goianira.  O projeto contou com oficinas e espetáculos itinerantes pelo interior de Goiás, que iniciaram no ano de 2017, nos dias 26 e 27 de outubro na Praça CEU das Artes e dia 03 e 04 de novembro no Ponto de Cultura Cidade Livre, ambos em Aparecida de Goiânia. Em dezembro, no dia 17, o projeto pisou pela primeira vez aqui em Inhumas, na Quadra Poliesportiva José Pereira de Almeida, no setor das Pedrinhas, em Inhumas, viajou nos dias 19 de janeiro para Pirenópolis e dia 02 de fevereiro para Rio Quente. No final de fevereiro, nos dias 22 e 23 ele retornou para Inhumas, no Colégio Estadual Horácio Antônio de Paula. Em cada cidade, foi ministrada uma oficina de 04 horas para a comunidade, com noções básicas de circo e palhaçaria.

 As apresentações da peça “Ekspetáculo” contaram com acompanhamento de um interprete de libras e com a presença ilustre dos participantes das oficinas, construindo o espetáculo junto com seus artistas. Isso é possível porque a linguagem do palhaço e do circo atinge sensivelmente o público de todas as classes sociais e faixas etárias. O circo social integra todas as pessoas especialmente aquelas mais excluídas e marginalizadas.

O projeto foi contemplado pelo Fundo de Arte e Cultura do Estado de Goiás, edital 02/2016, SEDUCE e Governo de Goiás, realizado pelo Grupo Imagem, contando com uma equipe formada por Everaldo Miranda, João Luiz Leitão, Thiago Cardoso Aguiar, Ana Luiza da Silva Andrade, Lúria Correia e Rafael Martins.

Cena da peça teatral circense “Ekspetáculo”
Cena da peça teatral circense “Ekspetáculo”

Fonte: Prefeitura de Inhumas

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *